Clean do CrossFit: por que é chamado de o Rei de todos os exercícios?

Clean do CrossFit: por que é chamado de o Rei de todos os exercícios?

O clean é um dos exercícios mais conhecidos no CrossFit, você já viu no nosso blog neste post sobre o passo a passo do exercício.

Chamado por Greg Glasmman, o criador do CrossFit, de “o rei de todos os exercícios”, o Clean tem quase todas as habilidades físicas que marcam o esporte.

Veja quais são as habilidades que definem o Clean como o rei de todos os exercícios:

Força

O clean envolve a habilidade fundamental para exercícios resistidos, no caso de cargas altas, principalmente.

Resistência

Quando executado com baixas cargas e volume alto, o Clean tem grande empenho em RML, ou seja, resistência muscular localizada, fora a condição de trabalho constante de músculos posturais intimamente ligados à execução do movimento e participação da musculatura core.

A palavra core vem do inglês que significa centro, núcleo. São os músculos profundos da região abdominal, lombar e pélvica que têm como finalidade manter a estabilidade dessa região.

Fonte: wiki

Mobilidade

Principalmente nos ombros, tornozelos e quadril, que são exigidos para desempenhar com a amplitude de movimento ideal.

Potência

A potência está envolvida na modalidade LPO - levantamento de peso olímpico -, exigindo a realização do exercício “no máximo de trabalho em menor tempo possível”.

Coordenação

Perfeita sintonia entre músculos que atuam no movimento, que estabilizam as articulações envolvidas e os que fixam para maior eficiência biomecânica. 

Precisão

A precisão é indispensável para boa execução, já que precisamos adequar perfeitamente os momentos de força com o braço ideal de alavanca.

Agilidade

Essa é a habilidade que se destaca quando se observam as trocas de posicionamento corporal no ângulo musculo-articular, ideal para que se mantenha a trajetória ascendente esperada da barra.

Equilíbrio

Equilíbrio é uma condição inerente aos movimentos esportivos, para o Clean não poderia ser diferente, já que se observa pelo menos 4 momentos básicos de alteração do centro de gravidade e a necessidade de se reequilibrar.

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe o seu comentário e até a próxima.